Última hora

Em leitura:

A vida numa casa de vidro no Báltico

Sci-tech

A vida numa casa de vidro no Báltico

Em parceria com

Como seria viver numa casa de vidro?

Investigadores da universidade de Oxford estudam os benefícios de viver de acordo com os ciclos da luz natural da Terra. Construiram, para levar a cabo o projeto, uma casa de vidro na ilha de Bornholm, Dinamarca.

Querem saber como afetam os ciclos de luz o ritmo circadiano, a qualidade do sono e até do nosso paladar.

Joachim Stormly Hansen integra o projeto da universidade britânica .Diz que a luz é realmente importante na vida dos Seres Humanos:

“Os estudos mostram que a luz, principalmente a luz natural e os ciclos diurnos e noturnos, têm um papel importante na vida das pessoas”.

O projeto conta com a ajuda de cerca de 30 voluntários dinamarqueses que vivem alternadamente na casa de vidro, como Nana Nielsen.

“O mais especial nesta casa é que, quando um pássaro voa por cima dela, damo-nos conta de que isso acontece. Sabemos tudo o que se passa. Mas é tudo tão calmo e silencioso que nos permite saborear o facto de sabermos que, assim, de repente, nos encontramos no meio da natureza”, disse Nielsen numa entrevista a um canal de televisão dinamarquês.

O estudo começou no final de junho. Uma aventura pelos ciclos da luz e da obscuridade que deverá durar pelo menos mais seis meses.

Espera-se ainda que seja possível ficar a conhecer os efeitos dos ciclos de luz sobre os humanos no que a várias doenças diz respeito. É o caso da obesidade, da diabetes, da depressão e da esquizofrenia.

ALL VIEWS

Clique para descobrir
Artigo seguinte