Última hora

Em leitura:

Obama diz que mortes de dois negros em 48 horas são sintoma de "grandes desafios" nos EUA

mundo

Obama diz que mortes de dois negros em 48 horas são sintoma de "grandes desafios" nos EUA

Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, diz que as duas mortes, em dois dias, de cidadãos negros pela mão de polícias é um sintoma de “grandes desafios” que enfrenta o país, como as desigualdades raciais no sistema judicial e a desconfiança das minorias em relação às forças da ordem.

A namorada de Philando Castile, um empregado de cantina escolar de 32 anos alvejado na noite de quarta-feira durante uma operação “stop” em Falcon Heights, no Minnesota, diz que ele recebeu “não um tiro, nem dois, nem três, nem quatro, mas cinco tiros, sem qualquer razão”.

Respondendo ao protesto em frente à sua residência, o governador do Minnesota pediu ao Departamento de Justiça para abrir uma investigação. Mark Dayton prometeu “fazer tudo o possível para que o caso seja levado perante a Justiça e para que todas as vias sejam exploradas para garantir uma investigação completa”.

A morte de Castile aconteceu um dia depois de Alton Sterling, outro afro-americano de 37 anos, ter sido alvejado mortalmente pela polícia em Baton Rouge, no Estado da Luisiana. Ambos os incidentes voltaram a elevar as vozes da contestação e as denúncias de “racismo” contra a polícia nos Estados Unidos, levando a própria ONU a pedir a Washington a abertura de investigações.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte