Última hora

EUA: Polícia detém centenas de militantes durante novos protestos "Black Live Matters"

Os protestos contra a morte de dois jovens negros pela polícia terminaram em confrontos e detenções, esta noite, nos Estados Unidos.

Em leitura:

EUA: Polícia detém centenas de militantes durante novos protestos "Black Live Matters"

Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos contra a morte de dois jovens negros pela polícia terminaram em confrontos e detenções, esta noite, nos Estados Unidos.

Pelo menos 200 pessoas foram detidas e 5 polícias ficaram feridos durante as marchas organizadas pelo movimento “Black Lives Matter”, que denuncia a violência policial contra a comunidade afro-americana.

Em Baton rouge, no Louisianna, onde o jovem Alton Sterling tinha sido morto por dois polícias, as autoridades detiveram 125 pessoas, entre as quais o militante Deray McKesson, que filmou a sua detenção em direto na Internet.

Em Saint Paul, no Minnesota, onde Philando Castile foi morto por um polícia durante um controlo de tráfego, os militantes bloquearam uma autoestrada durante várias horas. Pelo menos 50 pessoas foram detidas.

As manifestações prosseguem após o ataque de quinta-feira que provocou a morte de cinco polícias em Dallas.

Ira Carter, um agente da polícia local, afirma:

“Temos uma boa relação de trabalho com a nossa comunidade. Não é uma relação perfeita, mas tentamos compreender as pessoas para as quais trabalhamos e os cidadãos retribuem-nos com amor e muito apoio”.

Segundo a imprensa norte-americana, Micah Johnson, o atirador de Dallas, seria um simpatizante de vários grupos violentos de defesa da comunidade negra, como os “New Black Panters”.