Última hora

Em leitura:

Hamilton não desarma na perseguição a Rosberg

speed

Hamilton não desarma na perseguição a Rosberg

Publicidade

Lewis Hamilton é o homem do momento no Campeonato do Mundo de Fórmula 1. O inglês conquistou o Grande Prémio da Grã-Bretanha pelo terceiro ano consecutivo e tem quatro vitórias nas cinco últimas provas.

Hamilton provou uma vez mais que é o alvo a abater no grande circo e dominou por completo um Grande Prémio que começou à chuva, atrás do “safety car”, e terminou com o campeão do mundo no lugar mais alto do pódio. O seu triunfo nunca esteve em causa.

O principal ponto de interesse prendeu-se com a luta pelo segundo lugar, entre Nico Rosberg e Max Verstapen. O alemão levou a melhor na pista mas foi penalizado mais tarde em dez segundos devido a uma troca de informações com as boxes. Caiu para terceiro, ainda assim mantém a liderança no mundial de pilotos com um ponto de vantagem sobre Lewis Hamilton.

O próximo capítulo do duelo entre os dois companheiros de equipa está marcado para 24 de julho, em Budapeste.

Uma corrida com história

O Grande Prémio da Grã-Bretanha corre-se desde o início do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 por isso o que não faltam são histórias para ser partilhadas. Destacamos a corrida de 1957, a última com dois pilotos no lugar mais alto do pódio. Quando Stirling Moss perdeu o monolugar, completou a prova com o carro do companheiro de equipa. Como resultado, partilhou a vitória com Tony Brooks.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte