Última hora

Em leitura:

ONU condena violência no Sudão do Sul

mundo

ONU condena violência no Sudão do Sul

Publicidade

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reuniu-se de urgência em Nova Iorque e condenou nos termos mais duros a violência no Sudão do Sul, além de expressar choque e indignação por ataques a bases da ONU no país.

Intensificaram-se os combates na capital Juba entre as tropas leais ao Presidente Salva Kiir e os que apoiam o vice-presidente Riek Machar.

A violência começou ainda na quinta-feira e desde então já terão morrido 272 pessoas, segundo fontes oficiais.

Na sexta-feira, os dois líderes encontraram-se, apelaram à calma e desdramatizaram a situação.

No entanto, depois de uma aparente acalmia no sábado, os confrontos regressaram.

Mais três mil civis procuraram refúgio junto da ONU.

As Nações Unidas tentam lidar com a vaga de deslocados, uma base foi mesmo atingida por fogo pesado.

Um capacete azul chinês morreu, e vários outros, incluindo ruandeses, ficaram feridos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte