Última hora

Em leitura:

Líderes europeus preparam-se para o "Brexit"

mundo

Líderes europeus preparam-se para o "Brexit"

Publicidade

Os líderes europeus preparam-se para a saída do Reino Unido da União Europeia.

A Alemanha avisa que se a Grã-Bretanha quer ter acesso livre ao mercado do Bloco Europeu, então terá de aceitar as condições do grupo dos agora 27.

Angela Merkel ressalvou, no entanto, a vontade de Berlim em manter um relacionamento estreito com Londres.

“De uma perspetiva alemã só posso sublinhar que a Grã-Bretanha é um parceiro importante e vamos permanecer, no futuro, intimamente ligados à Grã-Bretanha. (…) Mas, é claro, que a União Europeia e os restantes 27 Estados-Membros têm, também, de proteger os seus interesses. Por exemplo, quem queira ter livre acesso ao mercado interno europeu também terá de aceitar todas as liberdades básicas em troca, incluindo a livre circulação de pessoas”, avisou a chanceler germânica.

A saída do Reino Unido da União Europeia vai abalar, de acordo com especialistas internacionais, a economia mundial.

De acordo com a agência de “rating” norte-americana Fitch, África do Sul será um dos países mais afetados.

O presidente francês, François Hollande, garantiu ao homólogo sul-africano, Jacob Zuma, de visita ao país, que o “Brexit” não terá consequências nas relações entre a União Europeia e a África do Sul.

Hollande inicia em Portugal, no dia 19, uma viagem por vários países europeus, com o objetivo de dar um novo impulso à Europa dos 27, depois, segue para a República Checa, Áustria e Eslováquia, no dia 20.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte