Última hora

Em leitura:

Daesh confirma morte do georgiano al-Shishani

mundo

Daesh confirma morte do georgiano al-Shishani

Publicidade

O georgiano Abou Omar al-Shishani, considerado um dos principais líderes militares do autoproclamado Estado Islâmico, foi morto em combate na cidade iraquiana de Shirqat, a sul de Mossul, informou esta quarta-feira a agência noticiosa Amaq, ligada ao grupo terrorista.

O Pentágono informou em março que Shishani foi morto num ataque aéreo americano na Síria.

Filho de um cristão ortodoxo georgiano e de uma tchetchena, o seu verdadeiro nome era Tarkhan Tayumurazovich Batirashvili. Nasceu em Birkiani, na Geórgia, em 11 fevereiro de 1986.

Foi treinado por forças especiais americanas para combater nas fileiras do exército georgiano contra os russos em 2008. Em 2012 partiu para a Síria, para se juntar às forças jihadistas, começando por combater na batalha de Aleppo integrado na brigada Muhajireen.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte