Última hora

Em leitura:

#Euro2016: A maior e mais rentável festa do futebol europeu

Business Line

#Euro2016: A maior e mais rentável festa do futebol europeu

Publicidade

Portugal venceu a anfitriã França na final do Euro2016, um jogo intrigante e espetacular que atraiu milhões de telespetadores por todo o mundo. Por isso, esta semana, em Business Line olhamos à forma como decorreu este torneio da UEFA e, claro, aos muitos milhões de euros investidos e ganhos pelos intervenientes na competição.

O Campeonato da Europa de futebol até nem começou da melhor. Os adeptos que conseguiram presenciar o jogo inaugural a 10 de junho, em Paris, apesar da greve nos comboios em França, chegaram à capital francesa sob forte chuva e com inundações a afetar certas zonas da cidade.

Mas nada iria arruinar a grande festa do futebol europeu, e a segunda a nível planetário em termos mediáticos e de receitas, apenas atrás do Campeonato do Mundo promovido pela FIFA.

Os serviços ferroviários acabariam por ser repostos, a meteorologia melhorou durante a maior parte do torneio e o campeonato que se prolongou por um mês transformou a França no palco de um grande festival de futebol.

Para analisarmos em profundidade como tudo se passou, falamos com Andy Robini, da equipa de desporto da euronews, ele que apoiava a Inglaterra, acabou por destacar o País de Gales como a grande surpresa e considerou merecido o título ganho por Portugal.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte