Última hora

Em leitura:

Larry não deixa o n°10 de Downing Street

mundo

Larry não deixa o n°10 de Downing Street

Publicidade

Os Cameron terão de fazer as malas e abandonar a residência oficial do primeiro-ministro, mas a casa não ficará vazia.

À espera dos novos inquilinos, a primeira-ministra Theresa May e o seu marido, estará Larry.

O gato malhado que David Cameron, afirma, sentirá saudades.

Larry foi adotado em 2011 para assustar os ratos que habitavam o número 10 de Downing Street.

O felino, que até tem conta no Twitter, mereceu destaque na última intervenção de David Cameron no parlamento, enquanto primeiro-ministro do Reino Unido.

“O rumor de que não gostava de Larry não é verdade. Eu gosto dele e tenho uma fotografia que o prova. Infelizmente, não poderei levar o Larry comigo. Ele pertence à casa e os funcionários gostam tanto dele quanto eu”, disse Cameron.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte