Última hora

Em leitura:

Nice: turistas com férias marcadas pelo medo

mundo

Nice: turistas com férias marcadas pelo medo

Publicidade

Em pleno início da época turística, o ambiente era tenso e apreensivo esta sexta-feira na cidade balnear de Nice, que recuperava lentamente o ambiente estival, depois do atentado da véspera.

O dono de um restaurante italiano, perto do local do ataque, explicou à euronews como viveu os trágicos acontecimentos da noite de quinta-feira:

“Era pouco depois das 22h30 quando uma centena de pessoas entrou à força no restaurante. É um pequeno restaurante e as pessoas entraram à força, até à cozinha, à procura de abrigo. Foi verdadeiramente uma situação de terror, foi bastante difícil, ver crianças a chorar, mulheres a gritarem… Era o caos. Havia sangue por terra. Ainda hoje se via sangue por terra. Foi muito difícil.”

A autarquia de Nice anunciou que o Passeio dos Ingleses, palco da tragédia, vai reabrir ao público este sábado ao meio dia.

“Sinto que tive muita sorte em sobreviver a isto”, dizia uma turista.

Outro afirmava: “É terrível o que aconteceu, mas não podemos deixar que afete a nossa vida, porque senão eles acabam por ganhar.”

Audrey Tilve, correspondente da euronews: “Apesar das cenas de pânico que aqui se viveram, a vida – nomeadamente o quotidiano turístico – regressa pouco a pouco ao normal: nas ruas as pessoas passeiam, mas os veraneantes que encontrámos disseram-nos que continuarão com este drama e com um medo latente no espírito durante o resto das férias.”

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte