Última hora

Em leitura:

França: PM vaiado antes de homenagem às vítimas de Nice

mundo

França: PM vaiado antes de homenagem às vítimas de Nice

Publicidade

Em França, o primeiro-ministro Manuel Valls foi alvo de apelos à demissão esta segunda-feira momentos antes do minuto de silêncio observado em todo o país em memória às vítimas do atentado de 14 de julho em Nice.

Na semana passada, o governo decretou três dias de luto nacional por todo o país com um minuto de silêncio observado esta segunda-feira ao meio-dia, hora local.

Foi na quinta-feira passada que um extremista matou 84 pessoas no principal passeio marítimo de Nice por ocasião dos festejos do Dia da Bastilha, a festa nacional francesa.

As sondagens mais recentes dão conta de uma queda de confiança no governo para lidar com a ameaça terrorista.

Um estudo publicado por um dos principais jornais franceses, Le Figaro, sugere que apenas 33% dos inquiridos confia na capacidade da atual liderança para lidar com este problema.

A menos de um ano das presidenciais, os acontecimentos recentes estão a reforçar a posição da extrema-direita, encabeçada pela líder da Frente Nacional, Marine Le Pen.

No sábado, Le Pen acusou o governo do que designou como “carências gravíssimas do Estado” relativas à proteção dos franceses.

As autoridades francesas têm em seu poder seis indivíduos suspeitos de estarem implicados no ataque de Nice.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte