Última hora

Em leitura:

Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares

mundo

Reino Unido aposta na renovação da frota de submarinos nucleares

Publicidade

O parlamento britânico aprovou por maioria a renovação do sistema de armas nucleares. Um projeto que custa mais de 36 mil milhões de euros que tem como objetivo manter o estatuto de potência mundial, a todos os níveis, sobretudo depois da decisão do Reino Unido sair da União Europeia.

No parlamento, o debate foi aceso: George Kerevan, deputado pelo Partido Nacionalista Escocês perguntou diretamente à nova primeira-ministra Theresa May: “Está pessoalmente preparada para autorizar um ataque nuclear que poderia matar 100 mil homens, mulheres e crianças inocentes”.

Theresa May, respondeu: “Sim. A ideia de dissuasão implica que os nossos inimigos saibam que estaríamos dispostos a fazê-lo”.

A maioria dos deputados do Partido Conservador é a favor da substituição sistema do armamento. Já no Partido Trabalhista há grandes divisões. Jeremy Corbyn, líder do Labour, defende o desarmamento nuclear total. Mas vários deputados querem ver renovado o Trident, o programa britânico de submarinos nucleares.

Nas ruas já há manifestações contra a decisão do parlamento: em Glasgow, esta segunda-feira, numa manifestação pela paz pedia-se que se abandonasse o projeto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte