Última hora

Em leitura:

Pamplona em "fiesta"

Publicidade

Milhares de pessoas rumaram a Pamplona, no norte de Espanha, para a famosa festa de San Fermin – São Firmino, em português – celebrizada pelo escritor norte-americano Ernest Hemingway no livro O Sol Nasce Sempre.

Os concertos, o fogo de artifício e as corridas de touros voltaram a dominar o festival que decorreu entre 06 e 14 de julho. O tradicional chupinazo ou lançamento do foguete inicial, na Praça Consistorial de Pamplona, e o “encierro” como é conhecida a famosa corrida de touros ao longo de 849 metros por várias ruas do centro histórico de Pamplona, que termina na praça de touros voltaram a ser dois dos pontos altos do programa.

Além de espanhóis, aquela que é considerada uma das maiores festas de Espanha atrai à cidade de Pamplona um número de turistas cada vez maior. As largadas de touros continuam a deixar marcas. Dezenas de pessoas ficaram feridas durante as festividades.

Este ano, a festa em honra do santo padroeiro de Pamplona, San Fermín, também ficou marcada por vários relatos de agressões sexuais. Pelo menos 15 pessoas foram detidas.

Nos últimos anos, as autoridades de Pamplona têm lançado várias iniciativas para evitar que estes casos continuem a manchar a “fiesta.”

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte