Última hora

Última hora

Migrantes: Hungria e Áustria em busca de soluções

Em leitura:

Migrantes: Hungria e Áustria em busca de soluções

Migrantes: Hungria e Áustria em busca de soluções
Tamanho do texto Aa Aa

Os governos da Áustria e da Hungria pretendem encontrar uma solução comum para os problemas dos migrantes.

Podemos deixar entrar na Hungria somente esse número de pessoas que podemos examinar.

Victor Órban Primeiro-ministro da Hungria

Num encontro bilateral, em Budapeste, o primeiro-ministro húngaro, Victor Órban, afirmou que apenas deixará entrar no território os migrantes que sejam submetidos a um restrito e amplo controlo de segurança para evitar o risco de terrorismo.

“Podemos deixar entrar na Hungria somente esse número de pessoas que podemos examinar, bem como, de acordo com a perceção húngara, cada migrante significa segurança pública e risco de terrorismo”, afirmou Órban.

O chanceler austríaco, Christian Kern, afirmou que vai apoiar a Hungria para manter a segurança na fronteira com a Sérvia, e que enviará, para o local, um contingente de 20 polícias.

“Se conseguirmos estabilizar estes números e reduzi-los, então podemos dizer que a nossa ação comum foi bem-sucedida”, afirmou o governante.

Victor Órban afirmou, ainda, que aceitará da Áustria, de acordo com a Convenção de Dublin, todos os imigrantes irregulares dos países dos Balcãs, que entraram na União Europeia por território húngaro, e que os enviará de volta para os países de origem.

Quando se fala de migração, nos últimos meses, a relação austro-húngara estava longe de ser boa. Por vezes mesmo com troca de frases pouco diplomáticas mas, agora, parece que o verdadeiro objetivo é encontrar uma solução comum e construtiva.