Última hora

Em leitura:

Hillary Clinton pode superar Barack Obama

mundo

Hillary Clinton pode superar Barack Obama

Publicidade

Na Convenção Nacional do Partido Democrata norte-americano, no Wells Fargo Center, em Filadélfia, 25-28 de julho, a euronews falou com Malcom Kenyatta, delegado da Pensilvânia.

Stefan Grobe, euronews:
Hillary Clinton pode ser bem sucedida e conseguir os votos dos afro-americanos com o mesmo nível que Barack Obama fez?

Malcom Kenyatta, delegado da convenção Democrata:
Acredito, realmente, que Hillary tem hipóteses e os votos vão mostrar que estou certo. E pode mesmo vir a conseguir um resultado melhor. Não por a comunidade afro-americana não gostar de Barack Obama, mas por até os Republicanos negros estarem com medo das coisa que
o Donald Trump diz.

Mas acho que a pessoa que, provavelmente, deu um contributo mais eficaz, até agora, foi Michelle Obama. Fez o melhor discurso que alguma vez vi. A sua entrega e energia sentiam-se na sala.

euronews:
Michelle Obama é mais carismática que Hillary Clinton. Como é que ela vai lidar com isso no resto da campanha eleitoral?

Malcom Kenyatta, delegado da convenção Democrata:
O bom de Hillary Clinton é que já vimos como acaba esse filme. Quando ela entrou na corrida para secretária de Estado, ela tendia a ter números que não lhe eram favoráveis. Mas, depois de ocupar o cargo, os números dispararam.
Quando se olha para os números de quando era secretária de Estado, ela era a figura mais popular na política norte-americana na época.

Tivemos grandes primárias, umas primárias que pouca gente esperava. Bernie Sanders deu energia ao nosso partido, deu energia ao país, e acho que os apoiantes de Sanders vão regressar ao partido.
Todos os dias falo com pessoas que diziam que era “Bernie ou o caos”. Pessoas que agora perceberam que a falência pode vir de quem quer acabar com as famílias de migrantes que desejam vir para cá em procura de uma vida melhor, acabar com qualquer esperança de salários melhores, acabar com as fundações deste país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte