Última hora

Em leitura:

Retrospetiva da obra de Modigliani abre portas em Budapeste

Cult

Retrospetiva da obra de Modigliani abre portas em Budapeste

Em parceria com

A Galeria Nacional Húngara, em Budapeste, apresenta uma vasta retrospetiva da obra de Amedeo Modigliani. O pintor e escultor italiano nascido em 1884 tornou-se célebre graças a um conjunto de retratos em que os corpos e os rostos são alongados.

O retrato de Jean Alexandre de 1909 é um dos destaques da exposição. A obra foi vendida em leilão, em Nova Iorque, por cerca de sete milhões e meio de dólares.

“Na parte de trás do retrato podemos ver um nu. O Modigliani pintou o nu em primeiro lugar mas como não ficou satisfeito, não terminou a obra. Como não era rico, usou a mesma tela para pintar o retrato”, explicou a curadora anna Zsófia Kovács.

A exposição mostra ainda uma série de esculturas de Modigliani.

“Entre 1909 e 1914, o Modigliani queria construir o templo da humanidade, um projeto utópico e vanguardista. Muitos artistas nessa época como Jacob Epstein e Constantin Brâncuși desejavam realizar um projeto desse tipo. O Modigliani concebeu as esculturas como pedras decorativas e colunas para colocar no templo”, explicou a curadora.

A exposição pode ser visitada até 2 de outubro, em Budapeste.

Artigo seguinte