Última hora

Em leitura:

Arménia: grupo que ocupou esquadra em Yerevan rende-se

mundo

Arménia: grupo que ocupou esquadra em Yerevan rende-se

Publicidade

Um grupo de vinte homens armados que estavam, há duas semanas, barricados numa esquadra de polícia da capital da Arménia, Yerevan, entregou-se este domingo às autoridades.

Poucas horas antes, o grupo tinha libertado os últimos dois reféns – um médico e uma enfermeira – que ainda mantinha em cativeiro. A operação das forças da ordem que culminou com a rendição teve lugar depois de, no fim da semana passada, se terem registado confrontos violentos entre a polícia e manifestantes que apoiavam os sequestradores, opostos ao regime arménio.

O grupo armado, batizado de “Sasna Tsrer”, exigia a demissão do presidente Serge Sarkissian, que acusa de corrupção, e a libertação do seu líder político, o opositor e veterano de guerra Zhirair Sefilian, detido em junho depois de tentar ocupar edifícios governamentais em Yerevan.

A tomada da esquadra de polícia tinha resultado na morte de dois elementos das forças de segurança.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte