Última hora

Itália: MPS pode ser excluído do Stoxx Europe 600

A sociedade de investimento Exane estima que a exclusão terá lugar em setembro. O português BCP pode ser outro dos nomes excluídos do índice pan-europeu.

Em leitura:

Itália: MPS pode ser excluído do Stoxx Europe 600

Tamanho do texto Aa Aa

O banco italiano Monte dei Paschi di Siena (MPS) pode vir a ser excluído do índice pan-europeu Stoxx Europe 600, em setembro. A hipótese é evocada pela sociedade de investimento Exane.

O português BCP pode ser outro dos excluídos.

O anúncio poderá ser feito a 23 de agosto e será efetivo a 19 de setembro.

Monte dei Paschi di Siena está presente no Stoxx Europe 600 desde 1999, mas, desde 2007, as ações perderam 90% do valor. Chegou a ter um valor bolsista de 12 mil milhões de euros. Agora vale cerca de mil milhões.

A eventual exclusão seria mais um revés para o banco mais antigo do mundo e o terceiro maior de Itália.

O MPS teve o pior resultado nos recentes testes de resistência da Autoridade Bancária Europeia e, na semana passada, revelou um plano de resgate, com financiamento privado, para evitar a liquidação.

Mas a verificar-se a exclusão do MPS, este não é caso único. Na próxima semana, dois pesos pesados do setor, o Crédit Suisse e o Deutsche Bank, deixam o índice Stoxx Europe 50, que reúne as grandes empresas de 18 países europeus.