Última hora

Em leitura:

Clinton e Trump interrompidos por manifestações

mundo

Clinton e Trump interrompidos por manifestações

Publicidade

No mesmo dia em que uma nova sondagem dá um reforço da vantagem de Hillary Clinton sobre Donald Trump na corrida à Casa Branca, os dois candidatos presidenciais norte-americanos foram interrompidos durante comícios.

A democrata Hillary Clinton foi surpreendida por ativistas dos direitos dos animais em Las Vegas.

“Okay, vamos continuar a falar e aparentemente estas pessoas estão aqui para protestar contra o Trump, porque o Trump e os filhos mataram imensos animais, por isso obrigado por sublinharem isso”, disse Clinton.

O republicano Donald Trump esteve em Portland, no Maine, e enfrentou um protesto durante o comício. Entre a audiência um grupo de pessoas ergueu a constituição norte-americana.

Trump desvalorizou, o episódio, que acontece depois de o candidato ter sido acusado de desconhecer a constituição por um muçulmano, pai de um soldado morto no Iraque.

“É um pouco grosseiro, sabem, quando pensamos bem nisso. Temos pessoas a interromper-nos constantemente. Mas o que é facto, é que não tem acontecido muito. Eu diria que começo a sentir faltar daqueles que protestam contra mim”, declarou Trump.

Clint Eastwood vota em Trump

Numa entrevista à revista Esquire, Clint Eastwood anunciou que vai votar em Donald Trump mas que não o endossava.

O ator de 86 anos, republicano, referiu não ter outra opção e criticou a maneira estar dominante do “politicamente correto” da maioria dos americanos

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte