Última hora

Em leitura:

Donald Trump está cada vez mais isolado

mundo

Donald Trump está cada vez mais isolado

Publicidade

A popularidade de Donald Trump já conheceu melhores dias.

As declarações do candidato republicano na corrida à Casa Branca estão a dividir os militantes e muitos já retiraram a apoio ao magnata. É o caso de Meg Whitman, líder da multinacional Hewlett Packard.

Às controversas declarações soma-se o facto de o republicano ter negado o apoio a Paul Ryan nas primárias do partido no Wisconsin, um processo eleitoral que está a decorrer para os organismos do Estado.

Para desespero de Trump, o democrata Mike Pence veio a público apoiar Ryan.

O republicano diz que Mike Pence o contactou para saber o que pensava sobre Paul Ryan e só depois decidiu apoiá-lo publicamente.

Crítico assumido de Donald Trump, o speaker da Câmara dos Representantes norte-americana, também, já tinha dito que não estava pronto para apoiar o magnata. Mas este não é caso único.

Karlyn Bowman, analista do Institutro American Enterprise admite que a hierarquia do Partido Republicano está a olhar a candidatura de Trump com grande preocupação devido às recentes declarações e que o alarmismo é cada vez maior.

A três meses das eleições presidenciais norte-americanas muitos analistas admitem que Trump possa mesmo vir a desistir da corrida à Casa Branca. Para já, o republicano garante que o partido está mais unido que nunca.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte