Última hora

Em leitura:

Irão executa cientista nuclear

mundo

Irão executa cientista nuclear

Publicidade

Teerão confirmou ter executado o cientista nuclear iraniano Shahram Amiri.

O Irão justificou a execução com a venda de informações secretas a Washington sobre o programa nuclear do país.

Amiri desapareceu em 2009 da Arábia Saudita durante uma peregrinação. Reapareceu um ano mais tarde nos Estados Unidos onde pediu para voltar ao Irão.

“A pessoa em causa tinha acesso a informações confidenciais do país e estava ligada ao nosso inimigo número um: os Estados Unidos. Shahram Amiri forneceu informações vitais sobre o Irão a esse país” refere Gholamhosein Mohseni Ejehi, porta-voz do Ministério da Justiça.

Teerão não avançou com os detalhes da execução. Garantiu, apenas, que o cientista foi condenado à pena de morte, que recorreu da decisão e que durante todo o processo foi assistido por um advogado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte