Última hora

Em leitura:

Síria: ONU pede um cessar-fogo imediato em Alepo

mundo

Síria: ONU pede um cessar-fogo imediato em Alepo

Publicidade

As Nações Unidas apelaram, esta terça-feira, às forças de Damasco e aos insurgentes para que iniciem, de imediato, um cessar-fogo na cidade de Alepo, no norte da Síria.

A cidade e os arredores têm sido palco de violentos combates entre as duas fações.

Os bombardeamentos da aviação do regime e do aliado russo danificaram gravemente hospitais e as redes de água e de eletricidade da cidade.

O porta-voz das Nações Unidas, Jens Laerke, informou que “a água disponível em poços e tanques, em Alepo, não é suficiente para satisfazer as necessidades da população. A ONU teme que as consequências sejam terríveis para milhões de civis, caso as redes de eletricidade e de água não sejam reparadas de imediato.”

A ONU afirma que é necessário um verdadeiro cessar-fogo ou de pausas humanitárias semanais de 48 horas para que seja possível reabastecer as reservas de alimentos e medicamentos, que estão, segundo a Organização, “num nível perigosamente baixo”.

Segundo as Nações Unidas, dois milhões de pessoas receiam ficar sitiadas e mais de 250 mil estarão “presas no leste de Alepo”, controlado pelos rebeldes.

O conflito na Síria teve início em 2011, já fez mais de 290.000 mortos. Mais de metade da população do país foi obrigada a fugir.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo