Última hora

Em leitura:

Donald Trump acusa Obama e Clinton de serem os fundadores do grupo Estado Islâmico

mundo

Donald Trump acusa Obama e Clinton de serem os fundadores do grupo Estado Islâmico

Publicidade

Em Miami, Donald Trump continua a sua campanha de ataque constante, sórdido mesmo, à sua adversária, Hillary Clinton, mas não só.

Desta vez o candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos acusou Clinton e Obama de estarem por detrás do grupo Estado Islâmico:

“O nosso governo não nos está a dar a proteção necessária, ele está na origem do grupo Estado islâmico. Chamo ao Presidente Obama e a Hillary Clinton os fundadores deste grupo Estado islâmico. São os fundadores. Até acho que devíamos nomear Hillary Clinton jogadora mais valiosa, como no desporto. O grupo Estado Islâmico vai dar-lhe o prémio de jogadora mais valiosa”, disse Trump.

Aparentemente alheia às investidas de Donald Trump, Hillary Clinton apontou baterias contra as parcerias transfronteiriças. Uma forma de tentar cativar os trabalhadores americanos:

“A resposta é fazer com que as trocas comecem a funcionar para o nosso lado e não contra nós. Por isso a minha mensagem para os trabalhadores do Michigan, e de toda a América, é esta: vou travar qualquer parceria comercial que mate empregos e diminua salários, incluindo a parceria Trans-Pacífico”, afirmou a candidata democrata.

Sobre este acordo, trazido para cima da mesa pela administração Obama, Clinton diz hoje que concluiu que ele não cria postos de trabalho nem promove a segurança nacional.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte