Última hora

Em leitura:

Rio2016: Phelps a nadar em medalhas

mundo

Rio2016: Phelps a nadar em medalhas

Publicidade

Com António Oliveira e Silva e Reuters

“Michael Fred Phelps”: nasceu dia 30 de junho de 1985 em Baltimore, estado norte-americano de Maryland.

O mais novo de três irmãos, começou a nadar com sete anos, em parte para canalizar as energias de uma personalidade muito ativa.

Os pais divorciaram-se em 1994 e Michael cresceu com a mãe, Deborah Sue Phelps, diretora de uma escola.

Aos 10 anos, bateu o recorde da sua faixa etária nos 100 metros mariposa e começou os treinos num clube de natação em Baltimore, com Bob Bowman, o seu treinador até hoje.

Com 15 anos, participa nos Jogos Olímpicos de Sidney, no ano 2000. É o mais jovem atleta numa equipa Olímpica de natação dos Estados Unidos em 68 anos.

Não ganha nenhuma medalha, mas, desde então, tem vindo a construir um palmarés impressionante:

Tem 26 medalhas Olímpicas, 22 das quais, de ouro. Acaba de quebrar, nos jogos do rio, um recorde com mais de 2100 anos.

Venceu também mais de 80 medalhas em outras competições internacionais, das quais 65 são de ouro. Para além de diversas edições dos Jogos Olímpicos, participou várias vezes em campeonatos mundiais de natação.

É atualmente detentor de vários recordes mundiais, como os 100 metros mariposa ou os 200 metros mariposa.

O corpo de Michael parece ter sido concebido para nadar. Mede 1,93m e, abertos, os seus braços medem mais de dois metros. Com uns pés enormes, calça o 47. As pernas curtas e o torso longo dão-lhe a estrutura ideal para reduzir a resistência à água. Os pulmões de Phelps têm o dobro do tamanho médio dos pulmões humanos.

Problemas com a lei

Phelps teve alguns problemas com as autoridades ao longo dos anos. Em 2004 foi preso por conduzir sob o efeito do álcool e recebeu uma pena suspensa de 18 meses.

Em 2009, foi suspenso pela USA Swimming durante três meses depois de revelada uma foto em que utilizava um bongo ou cachimbo de água.

Finalmente, em setembro de 2014, foi preso por excesso de velocidade e condução sob efeito de álcool, em Baltimore e acabou suspenso de todas as competições por seis meses.

Pausa na carreira e retorno às piscinas

Depois dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, Michael Phelps anuncia uma pausa na carreira. Volta em abril de 2014.

Nos Jogos do Rio, é escolhido como porta-bandeira na cerimónia de abertura.

Descrito como um homem solitário, teve, este ano, um filho com uma antiga Miss Califórnia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte