Última hora

Em leitura:

Turquia: MP quer pena de 5 anos de prisão para líder de partido da oposição

mundo

Turquia: MP quer pena de 5 anos de prisão para líder de partido da oposição

Publicidade

Na Turquia, procuradores pretendem obter uma pena de prisão de cinco anos para o líder do Partido Democrático Popular, HDP, partido pró-curdo.

O ministério público acusa Selahattin Demirtas e outro alto funcionário do partido de apoio ao PKK, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

As acusações reportam-se a discursos efetuados em 2013 enquanto decorria um processo de paz entre Ancara e o PKK.

O cessar-fogo durou dois anos e meio terminando em julho de 2015.

O presidente turco Erdogan acusa o partido HDP de ser o braço político do PKK, acusações rejeitadas pelo HDP que defende uma solução negociada a fim de colocar um ponto final na insurgência que já matou mais de 40 mil pessoas, na sua maioria curdos.

O PKK é considerado como uma organização terrorista pela Turquia, a União Europeia e os Estados Unidos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte