Última hora

Em leitura:

Tailândia: apreensão regressa após atentados da semana passada

mundo

Tailândia: apreensão regressa após atentados da semana passada

Publicidade

Na Tailândia, familiares e amigos recordam as vítimas das explosões que custaram a vida a quatro pessoas.

A localidade de Hua Hin foi uma das mais atingidas. Quatro bombas em menos de 12 horas que causaram dois mortos e 24 feridos.

Os atentados não foram reivindicados. As autoridades continuam as investigações e prometem divulgar resultados em breve.

Habitualmente cheias de turistas as praias estão praticamente desertas.

“Sinto ceticismo relativamente ao que vai acontecer a seguir, se o país vai ultrapassar isto. Acho que vai afetar a economia porque já estava em baixo. A bolsa estava em recuperação e agora já recuou outra vez. Estou preocupada”, adianta Panita Champrasert, uma turista tailandesa.

Os ataques ocorreram dois dias antes de um fim de semana longo no qual estavam previstos números elevados de turistas, tanto nacionais como estrangeiros.

Na origem dos atentados poderá estar um grupo de opositores da junta militar que lidera o país.

No fim de semana passado a junta organizou um referendo sobre uma nova constituição que, segundo os críticos, irá reforçar o poder dos militares.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte