Última hora

Em leitura:

Morte de civil em Milwaukee não foi ato racista, garante polícia

mundo

Morte de civil em Milwaukee não foi ato racista, garante polícia

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Os novos detalhes conhecidos do mais recente episódio de violência policial nos Estados Unidos, parecem deitar por terra o argumento do ato racista.

Apesar disso, a cidade de Milwaukee, no Estado do Wisconsin, continua a ferro e fogo.

A polícia esclarece que o polícia autor do tiro é negro (tal como a vítima) e que Sylville Smith estava a empunhar uma arma quando foi morto: “Sei que houve muito trabalho nas redes sociais para identificar o polícia em causa e que há muita gente a querer fazer-lhe mal. Posso dizer que ele é afro-americano, tem vários anos de experiência na polícia e e é um agente muito ativo. Estamos preocupados com a segurança dele. Está com familiares fora da cidade”, esclarece Edward Flynn, porta-voz da polícia de Milwaukee.

Em Milwaukee, os habitantes fazem o possível por limpar os sinais da devastação. Na noite de sábado para domingo, a multidão de manifestantes apedrejou carros da polícia e pegou fogo a vários estabelecimentos comerciais.

Este é apenas o mais recente episódio, nos últimos anos, em que um cidadão negro é morto pela polícia nos Estados Unidos. Outros casos recentes causaram ondas de violência e de tensão racial.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte