Última hora

Em leitura:

Moscovo enfrenta chuvas recordistas

mundo

Moscovo enfrenta chuvas recordistas

Publicidade

As chuvas torrenciais que se abatem sobre a região de Moscovo bateram, em pleno verão, um recorde com mais de 130 anos. A capital russa, cujas temperaturas não ultrapassam atualmente os 14 graus centígrados, registou esta segunda-feira “um nível acumulado de precipitação de 48 milímetros”, quase o dobro do último recorde estabelecido a 15 de agosto de 1887 em Moscovo. A intempérie, provocada por um ciclone vindo do sudeste do país, afeta também várias regiões do centro da Rússia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte