Última hora

Em leitura:

Homem detido na Califórnia por suspeita de fogo posto

mundo

Homem detido na Califórnia por suspeita de fogo posto

Publicidade

O incêndio florestal que devasta o norte da Califórnia, nos Estados Unidos, já destruiu 175 casas e 31 mil hectares de floresta. As autoridades suspeitavam de fogo posto e acabaram por deter, na segunda-feira, um homem de 40 anos, alegado autor de duas dezenas de atos criminais.

O supervisor do Condado de Lake, Rob Brown, confirmou que “embora ainda se esteja a combater este incêndio, foi possível identificar um suspeito, que já está sob detenção. Vão ser precisos meses, ou anos, para a recuperação completa desta zona, de forma a permitir que todos possam regressar às suas casas”.

Centenas de habitantes tiveram de deixar as residências e há várias empresas afetadas. Mas além dos danos materiais, há valores impossíveis de substituir, tais como os instrumentos musicais antigos que um residente guardava num armazém.

Mark Giberson explica que “perdi uma coleção de valor histórico para Califórnia e, um pouco mais abaixo, tinha outra casa antiga, construída em 1888, que também ficou destruída”.

Apesar da ação de 1600 bombeiros, pelo menos 1500 edifícios continuam sob ameaça.
A casa de Jody Barnes escapou às chamas, mas para a residente de Lower Lake esta “é uma grande tragédia. Não havia como salvar estas casas, arderam todas numa linha de fogo, incluindo uma adega. Conheço há muitos anos esta zona e os donos destas casas”.

Na segunda-feira à tarde, o governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou o estado de emergência em Clayton e no Condado de San Luis Obispo, o que permitiu às autoridades dessas duas localidades obterem ajuda de agências estaduais.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte