Última hora

Em leitura:

Turquia debate com EUA extradição de Gulen

mundo

Turquia debate com EUA extradição de Gulen

Publicidade

O chefe da diplomacia turca debateu com o homólogo norte-americano a eventual extradição do influente clérigo Fetullah Gulen, exilado nos Estados Unidos desde 1999 e que Ancara acusa de estar por trás da tentativa falhada de golpe de Estado do mês passado.

No Parlamento, em Ancara, o primeiro-ministro Binali Yildirim disse não ter dúvidas de que Gulen virá à Turquia “para prestar contas pela tentativa de golpe”. O chefe do governo frisou que “os responsáveis pelo sangue derramado serão levados perante a Justiça”. Yildirim afirmou que “uma pessoa apenas morre uma vez quando é executada, mas há castigos piores do que a pena de morte”, sublinhando ainda que “haverá um julgamento justo e imparcial”.

A purga maciça conduzida por Ancara contra os simpatizantes de Gulen alargou-se, esta terça-feira, a dezenas de empresas de Istambul, com oitenta detenções, um dia depois da operação realizada em vários tribunais da capital económica da Turquia, durante a qual foram detidas 240 pessoas, incluindo vários procuradores.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte