Última hora

Em leitura:

EUA:Chefe de campanha de Trump suspeito de corrupção

mundo

EUA:Chefe de campanha de Trump suspeito de corrupção

Publicidade

Paul Manafort, diretor da campanha de Donald Trump alvo de alegações de corrupção, demitiu-se esta sexta-feira conforme anunciou a equipa de campanha do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos.

A demissão de Manafort surge dois dias depois de Trump ter apresentado mudanças na equipa de colaboradores, a segunda em dois meses.

As autoridades ucranianas publicaram hoje documentos que detalham o suposto pagamento de vários milhões de dólares ao diretor de campanha de Donald Trump no período em que trabalhava como consultor para o ex-presidente ucraniano, Viktor Yanukovich.

“Sistematicamente, durante muitos anos, o chefe de campanha de Trump recebeu o dinheiro corrupto do Partido das Regiões. Obtivemos documentos que, infelizmente, não podem ser mostrados porque é uma investigação secreta”, afirma o investigador ucraniano Serhiy Leshchenko.

Em Kiev, o gabinete de luta contra a corrupção revelou a existência de uma conta em nome de Paul Manafort, como o destinatário de pagamentos, totalizando 12,7 milhões de dolares entre 2007 e 2012, sem que tenha sido confirmado se ele usou o dinheiro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte