Última hora

Em leitura:

Chuvas fortes e inundações continuam a fustigar a Índia

mundo

Chuvas fortes e inundações continuam a fustigar a Índia

Publicidade

O mau tempo continua a assolar a Índia.

Em Patna, capital do estado de Bihar, no nordeste do país, várias residências foram evacuadas devido às inundações.

O rio Ganges atingiu, este sábado, o nível mais alto desde 1994.

“Temos enfrentado muitos problemas. Está tudo submerso com as águas do rio. A comida escasseia, não temos o que beber nem temos barcos. Não sabemos o que fazer”, disse um homem.

Em Mirzapur, no estado de Uttar Pradesh, a cerca de 270 quilómetros de Patna, outro residente conta: “A água não para de cair desde os últimos três dias. Está tudo inundado. Os campos de cultivo foram destruídos. A água começou a entrar nas casas”.

Muitas pessoas morrem todos os anos na Índia na sequência de cheias e derrocadas durante a época das monções.

nos últimos três dias, pelo menos 30 pessoas perderam a vida no centro e norte da Índia, segundo fontes oficiais.

As localidades mais afetadas foram Satna e Rewa onde várias aldeias ficaram inundadas.

Desde o início das monções, em junho, já morreram mais de 230 pessoas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte