Última hora

Em leitura:

Biden elogia Turquia e pede provas contra Gulen

mundo

Biden elogia Turquia e pede provas contra Gulen

Publicidade

O vice-presidente norte-americano diz compreender o sentimento do governo turco em relação a Fetullah Gulen, exilado nos Estados Unidos e que Ancara acusa de estar por detrás do golpe de Estado falhado a 15 de julho. Joe Biden garante que Washington está a estudar o pedido de extradição, mas lembra que para já ainda não existem provas.

“Temos especialistas norte-americanos em Ancara em contacto e a trabalhar em colaboração com equipas turcas para avaliar e reunir material sobre o pedido de extradição da Fetullah Gulen” refere Biden.

Joe Biden negou que Washington tivesse conhecimento de antemão ou colaborado na tentativa de Golpe de Estado e desculpou-se pelo facto de não se ter deslocado à Turquia mais cedo.

Ancara não vê com bons olhos o apoio de Washington às milícias curdas que combatem os radicais do Estado Islâmico na Síria. O chefe de Estado turco fez questão de lembrar, isso mesmo, a Joe Biden durante a visita, desta quarta-feira, a Ancara.

“Na nossa opinião, tanto o Daesh como o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, as Unidades de Proteção do Povo curdo, a Nusra ou a Al Shabab são organizações terroristas. Não existem boas e más organizações e não é possível fazer tal distinção. São todas organizações terroristas” refere Recep Tayyip Erdogan.

Definições que parecem não afetar o compromisso de Washington e Ancara na luta contra o terrorismo.

A visita de Biden coincide com a ofensiva lançada pelas forças turcas no norte da Síria, em zonas controladas pelo autoproclamado Estado Islâmico e por milícias curdas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte