Última hora

Em leitura:

Exército iraquiano lança ofensiva para retomar bastião do EI às portas de Mossul

mundo

Exército iraquiano lança ofensiva para retomar bastião do EI às portas de Mossul

Publicidade

O exército iraquiano lançou esta madrugada uma operação militar para retomar a cidade de Al-Qayarah ao grupo Estado Islâmico (EI).

A localidade petrolífera representa um dos principais meios de financiamento do grupo armado e é considerada como estratégica para um futuro avanço sobre Mossul, a capital do alegado Califado islamita, a apenas 60Kms da cidade.

A operação militar poderá criar um dos maiores movimentos de refugiados dos últimos anos no país, segundo a ONU.

“Mossul é a segunda maior cidade do Iraque. O impacto humanitário de uma ofensiva nesta região deverá ser enorme, podendo afetar até um milhão e duzentas mil pessoas”, alertou Adrian Edwards, porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

O exército iraquiano, apoiado pelos bombardeios norte-americanos, tenta recuperar o controlo de Al-Qayarah depois de ter retomado em Julho a base aérea no exterior da cidade.

A instalação, onde se encontram estacionados dezenas de soldados norte-americanos, deverá ser a ponta de lança do ataque sobre Mossul.

Segundo fontes no terreno, os combatentes islamitas estarão a dificultar o avanço das tropas iraquianas com uma vaga de ataques com veículos armadilhados e com uma espessa cortina de fumo, depois de terem incendiado vários poços de petróleo na localidade.

O grupo islamita afirma, no entanto, controlar ainda o centro da cidade, tendo divulgado ao final da tarde de ontem este vídeo da localidade.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte