Última hora

Em leitura:

Nigéria afirma ter "ferido gravemente" líder do Boko Haram

mundo

Nigéria afirma ter "ferido gravemente" líder do Boko Haram

Publicidade

O exército nigeriano afirma ter ferido gravemente o líder do Boko Haram durante um bombardeamento na sexta-feira.

O ataque contra o bastião do grupo armado, na floresta de Sambisa, no nordeste do país, teria igualmente vitimado vários comandantes islamitas.

A notícia foi avançada só esta terça-feira, antes da visita do secretário de Estado norte-americano ao país.

O tema não foi no entanto evocado por John Kerry, quando o governo nigeriano anunciou por várias vezes, no passado, ter morto o líder do grupo armado.

“Derrotar o Boko Haram no campo de batalha é apenas o início. Como escreveu o escritor americano Henry David Thoreau: ‘Há milhares a cortarem os ramos do mal mas apenas um que corta a raíz’. Temos que cortar as raízes do extremismo violento”, afirmou Kerry.

A visita pretende reatar a cooperação antiterrorista entre os dois países contra o grupo armado, associado desde há vários meses ao grupo Estado Islâmico.

Washington espera levantar o bloqueio da venda de armas ao país, depois de elogiar os esforços do novo presidente para pôr fim às violações dos direitos humanos dentro do exército.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte