Última hora

Em leitura:

Portugal rumo ao Mundial2018: Ronaldo de fora, Cancelo e André Silva estreiam-se

Desporto

Portugal rumo ao Mundial2018: Ronaldo de fora, Cancelo e André Silva estreiam-se

Publicidade

A primeira convocatória da seleção de Portugal após a conquista do Euro2016 a 10 de julho conta com ausência de 3 campeões europeus e a estreia de dois novos jogadores entre os novos eleitos de Fernando Santos. A equipa nacional enfrenta Gibraltar, em jogo de preparação no Bessa, a 1 de setembro (quinta-feira), e arranca a fase de qualificação rumo ao Mundial de 2018, na Suíça, na terça-feira seguinte (6 de setembro).


O capitão Cristiano Ronaldo, recém eleito melhor futebolista a atuar nas provas europeias, e o lateral direito Vieirinha, estão lesionados. Ricardo Carvalho acabou contrato com o AS Mónaco, ainda está sem clube e por isso fica também de fora desta primeira lista pós título europeu. Os dois lesionados são diretamente rendidos na lista por André Silva, avançado de 20 anos do FC Porto, e João Cancelo, lateral-direito de 22 anos do Valência.


Os dois jovens jogadores estreiam-se na seleção A. “Já eram jogadores que estavam no lote de 30 para o Europeu. Estabelecemos um lote que anda há volta de 50 jogadores para a qualificação. Esses dois jogadores estão aqui e fazem parte desse lote. Entendi que perante as ausências do Vieirinha, do Ronaldo e do Ricardo Carvalho, estes eram os jogadores que achei que devia convocar”, justificou Fernando Santos, que também promoveu o regresso de Luis Neto, do Zenit de São Petersburgo, para completar o lote de defesas centrais.

De forma mais particular sobre o avançado do FC Porto, o selecionador explicou que “vem dar outra possibilidade de jogo” à equipa. “Tínhamos Eder como 9 clássico. O André muitos bons movimentos na área. Como referência de área tínhamos menos opções, mas tudo vai depender de como vai correr a sua evolução e a sua adaptação”, alertou o responsável técnico.

Historial desfavorável de pouco vale


A preparação do embate com a Suíça, o primeiro compromisso oficial após o Europeu, vai começar segunda-feira, dia em que os jogadores convocados se concentram na Cidade do futebol, no Jamor. “Queremos ser fortes defensivamente, pressionar alto e ter posse bola em terrenos avançados. Essas são as nossas bases”, revelou Fernando Santos, garantindo que a equipa técnica estudou “a Suíça o melhor possível” e conhece “bem a forma como jogam.”

Algumas das ideias irão, certamente, ser testadas durante a estreia de Portugal em jogos contra a modesta seleção de Gibraltar.

O historial dos confrontos diretos é favorável aos helvéticos. Em 20 duelos, Portugal ganhou apenas 6, perdeu 9 e empatou 5. O jogo vai decorrer no Estádio Saint-Jakob Park, onde a equipa das quinas já jogou por duas vezes, ambas durante o Euro2008 e numa delas com a Suíça. Em ambas, Portugal perdeu — na segunda, foi derrotada pela Alemanha e eliminada nos quartos-de-final desse Europeu.

Fernando Santos liga “pouco” ao historial. “Olho para o futuro. Sei que vou defrontar um adversário fortíssimo. Não há nenhuma equipa que possa ganhar sem jogar bem. Há depois o conceito do jogar bonito ou feio, mas esse é um conceito estranho. Se um defesa tentar fintar na área está a tentar jogar bonito e eu não quero isso porque a minha equipa pode sofrer golo. A minha equipa vai sempre jogar bem porque só assim pode ganhar e eu não me vou preocupar se jogamos bonito ou feio”, afirmou.

Fernando Santos sublinhou ainda o diferente formato da fase de qualificação do Mundial face à dos Europeu. Apenas os primeiros classificados de cada grupo se apuram diretamente. Os oito melhores segundos disputam um “play off” para definir quem ocupa as 4 vagas restantes para seleções europeias entre as 32 que vão disputar, na Rússia, entre 14 de junho e 15 de julho de 2018, o 20.° Mundial da história da FIFA.

Portugal entra na corrida pela primeira vez como Campeão da Europa e tem o desafio de garantir a sétima presença — quinta, consecutiva — numa fase final de um Mundial depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010 e 2014. A Equipa das Quinas e a Suíça integram o grupo B, do qual fazem parte também a Hungria, as Ilhas Faroe, a Letónia e Andorra.


Artigo seguinte