Última hora

Em leitura:

Sismo Itália: Sobreviventes fazem relatos de "verdadeiros milagres"

mundo

Sismo Itália: Sobreviventes fazem relatos de "verdadeiros milagres"

Publicidade

Pouco mais de 48 horas depois do violento sismo que abalou o centro de Itália repetem-se os relatos da tragédia.
No meio das ruas destruídas, num cenário de total devastação, na vila de Amatrice surgem algumas histórias de sobrevivência, consideradas verdadeiros milagres.

Em entrevista à euronews, uma moradora explica que “felizmente toda a família está a salvo, mesmo a irmã que esteve debaixo dos escombros da casa que colapsou durante várias horas. Mas conseguiu ser resgatada”.
E acredita então que foi um verdadeiro milagre.

Só na pequena vila de Amatrice morreram mais de 200 pessoas.
Os corpos estão a ser retirados dos escombros pelas centenas de elementos das equipas de resgate e pelos voluntários.

Fabio Fulvio faz parte de uma das equipas de voluntários que está na vila e explicou que estão “agora a tentar resolver o problema das vítimas mortais, a enviá-las para as morgues dos hospitais mais próximos em Rieti e Aquila. Vamos começar a trasladação quando chegarem as equipas com as ambulâncias”.

Mesmo que as operações de resgate ainda continuem, a esperança de encontrar sobreviventes é já muito reduzida
E agora há também que encontrar soluções para as centenas de desalojados.

A enviada da euronews a Itália, Raquel Garcia, lembra que “com o passar das horas, o choque provocado pelo sismo é gradualmente substituido pelo sentimento de resignação das pessoas que felizmente sobreviveram apesar de terem perdido tudo. Ao mesmo tempo ainda há muitas vítimas por identificar. As morgues continuam a receber corpos não identificados”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte