Última hora

Última hora

Itália: "Pasta" contra a destruição

Em leitura:

Itália: "Pasta" contra a destruição

Itália: "Pasta" contra a destruição
Tamanho do texto Aa Aa

Se a pasta all’Amatriciana era já um dos pratos preferidos dos italianos, agora ainda mais. Vários restaurantes, em Roma e outras cidades, estão a fazer uma campanha para ajudar a vila de Amatrice, berço do famoso prato de massa, destruída em grande parte pelo terramoto de quarta-feira.

A campanha foi lançada pelo bloggerPaolo Campana. Vários restaurantes aderiram e doam à Cruz Vermelha dois euros por cada prato de Amatriciana vendido.

“Quisemos participar porque sentimos que fazemos parte de Amatrice. Somos um restaurante romano, a Amatriciana faz parte da nossa cultura. Foi muito doloroso para nós ver todos aqueles destroços”, diz Luca Reo, proprietário do restaurante “Hostaria Romanesca”, em Roma.

Os restaurantes estão a aderir e fazem o que podem para ajudar, mas vai ser muito difícil recuperar a economia de Amatrice. Vai ser um processo longo, até porque o balanço está longe de estar feito: “Infelizmente, os danos económicos ainda não podem ser quantificados. São muito elevados, mas é impossível para já fazer o balanço. Mesmo mais tarde vai ser difícil. As empresas foram muito afetadas, sobretudo o turismo. Em Amatrice já não há um único hotel. Também não ficaram muitas lojas”, explica Gianfranco Castellii, presidente da confederação empresarial da província de Rieti.

Em Amatrice já não há um único hotel. Também não ficaram muitas lojas.

Gianfranco Castellii Presidente da confederação empresarial da província de Rieti

Amatrice foi a localidade mais afetada pelo sismo que abalou toda a região centro-oeste de Itália. O presidente da câmara disse, na altura, que metade da vila desapareceu. O último balanço é de mais de 290 mortos.