Última hora

Em leitura:

Terramoto em Itália: Mortos sobem aos 290 no dia do funeral solene de 34

mundo

Terramoto em Itália: Mortos sobem aos 290 no dia do funeral solene de 34

Publicidade

Com a bandeira nacional e a da União Europeia a meia haste em todos os edifícios públicos, a Itália decretou este sábado como dia de luto nacional pelas vítimas do forte terramoto da madrugada de quarta-feira, que arrasou o centro do país. O “descanso eterno” dos mortos já começou.

Depois do funeral das primeiras sete vítimas ter decorrido sexta-feira à tarde em Pomezia, este sábado o país despede-se de forma solene de mais 34, em Ascoli Piceno. O primeiro-ministro Matteo Renzi e o Presidente Sergio Mattarella fizeram questão de estar presentes.

O chefe de Estado italiano aproveitou também para visitar um dos principais locais da tragédia, Amatrice, a cidade onde ocorreu o maior número de vitimas.

As operações de busca prosseguem, entretanto, nas zonas afetadas pelo sismo. O estado de alerta mantém-se em algumas regiões.

As réplicas têm-se sucedido. São já mais de mil. As mais fortes acima dos quatro pontos de magnitude. A esperança de ainda se encontrarem sobreviventes entre os escombros é cada vez mais remota.

O balanço de vítimas do sismo foi, entretanto, atualizado pela Proteção Civil este sábado pela manhã e ascende agora aos 290 mortos: 230 em Amatrice; 49 em Arquato; e 11 de Accumoli.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte