Última hora

Terramoto em Itália: A cultura como ajuda à reconstrução

Itália quer que todos visitem museus e monumentos para ajudar a financiar a reconstrução depois do terramoto de quarta-feira, na região de Lazio.

Em leitura:

Terramoto em Itália: A cultura como ajuda à reconstrução

Tamanho do texto Aa Aa

Com Francisco Marques e LUSA

Depois do terramoto da semana passada que deixou quase 300 mortos e centenas de desaparecidos na região italiana de Lazio, as autoridades procuram soluções para financiar o inevitável trabalho de reconstrução.

Os museus nacionais disseram que o dinheiro conseguido durante as visitas deste domingo seria doado às vítimas.

Dario Franceschini, o ministro italiano da Cultura pediu então a ajuda de todos. É necessário visitar locais históricos e museus em toda a Itália para ajudar as vítimas de uma região em ruinas.

O epicentro do tremor de terra foi na província de Rieti, mas os abalos foram sentidos também em Perugia, Ascoli, Piceno, L’Aquila.

Nas localidades de Accumoli, Amatrice e Arquata del Tronto, próximas do epicentro, dezenas de edifícios ruíram e numerosas pessoas ficaram presas nos escombros.

O sismo figura como um dos mais mortíferos dos últimos anos em Itália.