Última hora

Em leitura:

Iémen: Dezenas de mortos em atentado reivindicado pelo 'Daesh'

mundo

Iémen: Dezenas de mortos em atentado reivindicado pelo 'Daesh'

Publicidade

O grupo jihadista Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo atentado desta segunda-feira, em Áden, no sul do Iémen, que matou mais de meia centena de pessoas.

O alvo foi um centro de recrutamento para o exército iemenita fiel ao presidente Abd-Rabbou Mansour Hadi, que está exilado na Arábia Saudita.

O complexo de treino de recrutas está localizado na zona norte de Áden e o atentado foi o mais sangrento no último ano na cidade.

Segundo os relatos disponíveis, um suicida detonou um carro armadilhado no meio da multidão que aguardava no pátio desta escola militar para se alistar nas forças fieis ao presidente exilado.

Só os Médicos Sem Fronteiras afirmam ter recebido os cadáveres de 45 pessoas e pelo menos 60 feridos.

Os grupos jihadistas têm reforçado a presença no sul do Iémen aproveitando o conflito que, desde 2014, opõe os rebeldes Houthis – apoiados pelo Irão – ao governo de Mansour Hadi.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte