This content is not available in your region

Síria: Combates entre turcos e curdos considerados "inaceitáveis" pelos EUA

Access to the comments Comentários
De  Marco Lemos  com reuters, lusa, afp, efe
Síria: Combates entre turcos e curdos considerados "inaceitáveis" pelos EUA

<p>No norte da Síria, a ofensiva apoiada pela Turquia começou a provocar críticas da parte dos Estados Unidos, aliado de Ancara na <span class="caps">NATO</span>.</p> <p>O exército turco lançou, na semana passada, a operação “Escudo do Eufrates”, que tem por alvo o autoproclamado Estado Islâmico, mas também os curdos das Unidades de Proteção do Povo (<span class="caps">YPG</span>), que são apoiados por Washington no combate aos jihadistas.</p> <p>O Pentágono considera “inaceitáveis” e “fonte de profunda preocupação” os relatos de combates a sul de Jarablus entre “forças armadas turcas, grupos da oposição e unidades ligadas às <span class="caps">SDF</span> (Forças Sírias Democráticas)”, lideradas pelos curdos.</p> <blockquote class="twitter-tweet" align="center" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr"><span class="caps">DOD</span>: We want to make clear that we find these clashes — in areas where <a href="https://twitter.com/hashtag/ISIL?src=hash">#ISIL</a> is not located — unacceptable and a source of deep concern.</p>— Brett McGurk (@brett_mcgurk) <a href="https://twitter.com/brett_mcgurk/status/770185546756919296">August 29, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Ancara assumiu pela voz do vice-primeiro ministro, Numan Kurtulmus, que a operação em curso visa também impedir a formação de um corredor controlado pelos curdos, a oeste do Rio Eufrates, ao longo da fronteira da Síria com a Turquia.</p> <p>O ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia, Mevlut Cavusoglu, acusa mesmo as milícias curdas <span class="caps">YPG</span> de estarem a levar a cabo na zona uma “limpeza étnica, incluindo de curdos que não pensam como eles”. </p> <p>Jarablus foi conquistada ao Daesh na semana passada e desde essa altura a ofensiva apoiada por Ancara tem visado essencialmente áreas controladas pelas chamadas Forças Sírias Democráticas. A Turquia considera as milícias curdas que lideram esta aliança como uma organização terrorista. </p> <blockquote class="twitter-tweet" align="center" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Fighting between Turkey, pro-Turkish rebels & Kurdish-aligned forces in Syria “unacceptable” & must stop – US envoy <a href="https://t.co/pitVIgAkSG">https://t.co/pitVIgAkSG</a></p>— <span class="caps">BBC</span> News (World) (@BBCWorld) <a href="https://twitter.com/BBCWorld/status/770226830011953152">August 29, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>