Última hora

França e Reino Unido discutem situação de Calais

Não é fácil encontrar um acordo entre os dois países que substitua o assinado há 13 anos em Le Touquet.

Em leitura:

França e Reino Unido discutem situação de Calais

Tamanho do texto Aa Aa

Que fazer com a situação em Calais? A cidade francesa à beira do Canal da mancha e principal ponto de passagem para o Reino Unido é uma zona de concentração de migrantes à espera do “eldorado” britânico. Por isso, os ministros do Interior de França e Grã-Bretanha, Bernard Cazeneuve e Amber Rudd, encontraram-se esta terça-feira em Paris.

allviews Created with Sketch. Point of view

"São os britânicos que devem preparar o dossiê para as candidaturas de asilo na Grã-Bretanha. Não é a França que tem de o fazer."

Nicolas Sarkozy Ex-Presidente de França

Rudd insiste em manter o acordo de Le Touquet, que permite a atual situação. A França quer mais responsabilidades por parte do Reino Unido. Para o ex-presidente Nicolas Sarkozy, de novo candidato à presidência, são os britânicos que têm de resolver a situação: “São os britânicos que devem preparar o dossiê para as candidaturas de asilo na Grã-Bretanha. Não é a França que tem de preparar as autorizações para entrar em Inglaterra”

Sarkozy vai mais longe: Quer que a Grã-Bretanha crie um centro de tratamento de pedidos de asilo, para que possa receber aqueles que deixa entrar e organize o repatriamento daqueles a quem recusa a entrada.

A maioria dos migrantes concentrados na zona está no campo conhecido como A Selva, onde as condições de vida são extremamente difíceis.