Última hora

"União Europeia tem de ser garantia de proteção", diz Tusk

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, pede aos Estados-membros para usarem a cimeira sobre o Brexit, a 16 de setembro, para delinearem um projeto comum que leve os cidadãos a sentirem-se prot

Em leitura:

"União Europeia tem de ser garantia de proteção", diz Tusk

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Conselho Europeu pede aos Estados- membros para usarem a cimeira sobre o Brexit para delinearem um projeto comum que leve os cidadãos a sentirem-se protegidos na União.

Donald Tusk disse que “as populações da Eslováquia, da Polónia, da Bélgica e de outros países-membros esperam que, após o Brexit, a União Europeia volte a ser uma garantia de estabilidade, de segurança e de proteção. Proteção no sentido mais amplo do termo, incluindo a proteção social e económica.”

A cimeira informal, a 16 de setembro, decorre em Bratislava, a capital da Eslováquia, país que tem a presidência rotativa da União.

A cidade acolheu, esta sexta-feira, os ministros dos Negócios Estrangeiros.

O representante britânico, Boris Johnson, assegurou que “estamos a preparar a nossa saída a União Europeia, mas não vamos abandonar a Europa. O Reino Unido, o governo britânico, Theresa May, todos estão totalmente comprometidos em continuar a participar nas políticas europeias de cooperação ao nível dos negócios estrangeiros, da defesa e da segurança”.

O Reino Unido não estará presente na cimeira de 16 de setembro, que serve, sobretudo, para concertar a posição dos restantes 27 sobre o futuro do projeto comunitário.