Última hora

Em leitura:

China pronta a efetuar "reformas dolorosas" para manter crescimento económico

mundo

China pronta a efetuar "reformas dolorosas" para manter crescimento económico

Publicidade

A China afirma-se pronta a combater o protecionismo e a efetuar reformas dolorosas para salvar o crescimento económico do país.

A garantia foi dada pelo presidente chinês, Xi Jiping, durante uma reunião de empresários em Hangzhou, um dia antes do início da cimeira do G20 na cidade.

Um sacrifício que deverá passar pela diminuição da aposta do país nos setores metalúrgico e do carvão.

“Estamos comprometidos com a construção de um sistema dentro do G20 para promover o comércio e o investimento, para definir estratégias e regras para o crescimento mundial, consolidar o comércio multilateral e combater o protecionismo”.

Um compromisso que surge num momento em que o FMI alerta para os riscos da desacelaração económica de Pequim, assim de como Rússia ou Brasil, dentro do chamado grupo dos BRICs.

Pequim deu hoje um pontapé de partida na nova “transição” ao aprovar, este sábado, o fim das taxas alfandegárias para a importação de 201 produtos tecnológicos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte