Última hora

Em leitura:

Terramoto em Itália: Romeo, o milagre de San Lorenzo a Flaviano... 9 dias depois

mundo

Terramoto em Itália: Romeo, o milagre de San Lorenzo a Flaviano... 9 dias depois

Publicidade

Um cão Golden Retriever de 12 anos e batizado Romeo foi resgatado sexta-feira com vida dos escombros da casa dos seus donos, destruída pelo sismo da madrugada de 24 de asgosto em Itália. Um sinal de esperança em San Lorenzo a Flaviano, nos arredores de Amatrice.

Durante nove dias, Romeo resistiu debaixo dos escombros de um edifício de dois andares, num génereo de túmulo com pouco mais de um metro quadrado de espaço. “Felizmente, alguma viga deve ter aguentado o peso das ruínas e reservou-lhe aquele canto para sobreviver”, contou um dos socorristas.

Romeo não escondeu a felicidade no momento do resgate, lambeu a mão do socorrista que o tirou do buraco e bebeu água de uma garrafa dos bombeiros depois de mais de 230 horas soterrado.


Depois de se tornar evidente que o Golden Retriever estava ileso, foi posto no chão pelos bombeiros. Pelas próprias patas, desceu com ligeireza o monte de escombros e correu ao encontro dos donos, que o aguardavam em lágrimas, depois de já terem perdido a esperança de o retiraram dos destroços com vida.

Os donos de Romeo estavam a dormir no segundo andar da sua casa, na pequena aldeia de San Lorenzo a Flaviano, quando o tremor de terra atingiu o centro de Itália.

Os donos conseguiram sair para a rua, mas Romeo, que dormia no primeiro andar, ficou preso dentro de casa. Depois de procuraram o animal durante horas, os donos acabaram por ser evacuados da aldeia, para sua própria segurança.

O resgate inesperado aconteceu esta sexta-feira à noite, quando os donos decidiram voltar a sua casa, acompanhados dos bombeiros, para tentar recuperar alguns bens essenciais do meio dos escombros. Ouvindo as vozes dos donos no exterior, Romeo começou a ladrar.


Leo e Sarotti, heróis socorristas


Os cães da polícia têm protagonizado alguns momentos de emoção nas operações de resgate em Itália. Um deles, Leo, um Labrador de pelo negro da polícia cinotécnica italiana, participou nas buscas e ajudou a encontrar com vida Giorgia Rinaldo, uma criança de quatro anos que esteve mais de 15 horas soterrada, sob o cadáver da irmã.

Este sábado, Leo teve direito a uma audiência com o papa Francisco e até deu um “passou bem” ao Sumo Pontífice (foto em baixo).

http://static.euronews.com/articles/342994/960×540_342994.jpg

Já na passada semana, Leo tinha sido o convidado de honra de um encontro bilateral entre o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi e a chanceler alemã Angela Merkel.

Outro herói de 4 patas é Sarotti, o pastor alemão que ajudou as equipas de socorro a encontrar outra jovem sobrevivente em amatrice, uma menina de 10 anos. “Chegámos ao local pelas 09h30 da manhã com o meu cão, o Sarotti”, contou, na altura, Davide Agrestini, o parceiro humano de Sarotti.


“Estávamos a fazer buscas nos escombros e pareceu-nos ter encontrado alguém. O Sarotti deu-nos imeditamante sinal de que havia ali uma pessoa soterrada. Começamos a escavar a vimos parte de um pijama de uma rapariga ou um rapaz. Os bombeiros prosseguiram a escavação e resgataram a menina”, relatou o polícia.



Artigo seguinte