Última hora

Em leitura:

Autorizada força suplementar da ONU no Sudão do Sul

mundo

Autorizada força suplementar da ONU no Sudão do Sul

Publicidade

Luz verde do governo do Sudão do Sul para a ONU mobilizar uma força extra de 4 mil homens para manutenção de paz no país.

Juba concordou igualmente a autorizar a liberdade de movimentos a missão das Nações Unidas, a MINUSS.

Mas os detalhes operacionais ainda estão por definir.

“O que precisamos, a partir de agora, é passar destes compromissos de alto nível para as modalidades operacionais. O Conselho de Segurança da ONU é muito claro naquilo que é necessário e desejado, mas o governo está muito recetivo. Temos é que fazer isto de uma forma muito urgente porque, como todos sabemos, a população é vulnerável em diferentes regiões do país”, referiu Samantha Power, embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas.

O conflito no Sudão do Sul eclodiu em dezembro de 2013, quando o presidente Salva Kiir denunciou uma suposta tentativa de golpe liderada por líder rebelde Riek Machar

Os confrontos na capital, Juba, em julho deste ano causaram pelo menos 300 mortes e o êxodo de milhares de pessoas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte