Última hora

Em leitura:

Clinton diz que Trump tem uma atração por ditadores como Putin

mundo

Clinton diz que Trump tem uma atração por ditadores como Putin

Publicidade

A candidata democrata na corrida à Casa Branca não vai visitar o México antes das presidenciais norte-americanas de novembro. Hillary Clinton rejeitou o convide de Enrique Peña Nieto e criticou a visita de Donald Trump ao país, na semana passada. A democrata diz ter outras prioridades, desde logo, impedir que países como a Rússia continuem a interferir no
processo eleitoral norte-americano.

“Trump associou-se desde muito cedo às políticas de Putin. A ideia de sair da NATO não faz sentido. Além disso, parece ter uma estranha atração por ditadores como Putin” refere Clinton.

Em causa o alegado envolvimento dos russos nos ataques informáticos ao Partido Democrata, em julho.

Atrás de Clinton nas sondagens, Trump anunciou, entretanto, que vai participar nos três debates previsto antes das presidenciais norte-americanas. O primeiro frente a frente entre Trump e Clinton está agendado para 26 de setembro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte