Última hora

Em leitura:

Dérbi dos milhões de Manchester parou Europa do futebol

the corner

Dérbi dos milhões de Manchester parou Europa do futebol

Publicidade

Esta semana no futebol europeu ficou marcada pelo dérbi de Manchester. City e United não desiludiram e deram espetáculo dentro das quatro linhas. Ainda assim, o teatro dos sonhos acabou por se transformar em pesadelo para a equipa da casa.

Frente a frente estavam duas equipas que contavam por vitórias os encontros disputados mas assim que começou o encontro, o City fez questão de mostrar quem mandava. A equipa de Guardiola arrasou no primeiro tempo e chegou ao intervalo a vencer por dois. Kevin De Bruyne e Kelechi Iheanacho foram os marcadores de serviço.

Após o descanso, o United aproveitou a insegurança de Bravo, que se estreava na baliza dos citizens, para reequilibrar o encontro mas o máximo que conseguiu foi reduzir. Zlatan Ibrahimović aproveitou um de vários erros do guardião chileno para fazer o gosto ao pé.

Guardiola quer mais, Mourinho desiludido

Após o apito final as reações não tardaram. Guardiola mostrou-se otimista pela evolução da equipa e deu palavras de incentivo ao guarda-redes:

“Esteve fantástico com os pés, entre os postes e atacou bem a bola, estou feliz por ele. Não foi fácil para ele, depois de apenas dois treinos chegar a Old Trafford e jogar com personalidade, significa muito. No ataque é preciso mais, até agora, na Premier League, está tudo bem, mas para competir com os melhores clubes da Europa é preciso mais. De momento, da forma que estamos a jogar, não é possível, mas estamos juntos há apenas dois meses e temos tempo para melhorar.”

Já Mourinho conseguiu encontrar alguns pontos positivos mas preferiu disparar na direção do costume:

“Fiquei desiludido com a primeira parte, desiludido com algumas prestações individuais bastante pobres e que afetaram o coletivo. Na segunda parte fiquei satisfeito com muitas coisas mas desiludido com o resultado e desiludido com duas decisões importantes do árbitro contra nós.”

Ases e Azelhas

Esta semana destacamos alguns dos reforços estrela de José Mourinho e um jogador que saiu diretamente do estádio para o dentista.

Zlatan Ibrahimović tem-se adaptado às mil maravilhas a Old Trafford e leva já quatro golos na Premier League. Com o golo frente ao City, tornou-se no primeiro futebolista a marcar nos dérbis de Manchester, Milão e Barcelona, assim como no clássico do futebol espanhol.

Já Paul Pogba regressou a uma casa que já foi sua mas para já está longe de justificar o estatuto de jogar mais caro do mundo nos três jogos que fez pelo Manchester United. Contra os rivais do City passou ao lado do encontro.

O mesmo não se pode dizer de Aleksandar Kolarov, que perdeu um dente após um choque com Marouane Fellaini. Ainda assim, não deixou de festejar a vitória com um belo sorriso para a fotografia.

Frente a frente

A relação entre Guardiola e Mourinho já passou por várias fases, desde a sua época juntos em Barcelona às suas trocas de palavras nas salas de imprensa. De acordo com o espanhol, talvez Mourinho seja o melhor do mundo a dar conferências mas sobre o terreno de jogo, por enquanto, é o técnico do City que leva a melhor.

Os números não deixam margem para dúvidas, nos 17 duelos entre os dois treinadores, Guardiola leva oito vitórias contra apenas três de Mourinho. Tudo começou com um zero-zero entre Inter e Barcelona, o primeiro de seis empates.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte