Última hora

Em leitura:

Itália: O regresso à escola 20 dias depois do sismo

mundo

Itália: O regresso à escola 20 dias depois do sismo

Publicidade

Em Vila San Cipriano, no distrito de Amatrice, cerca de 200 crianças regressaram às aulas, 20 dias depois do sismo que devastou o centro de Itália.

É nesta escola construída em apenas 17 dias que vão ficar enquanto decorrem as obras para recuperar o estabelecimento de ensino, que ficou parcialmente destruído a 24 de agosto.

“É um novo início para as crianças, de voltarem à vida normal depois de tudo o que aconteceu e de todas as pessoas que morreram. É um recomeço que lhes pode dar um pouco de tranquilidade” refere uma encarregada de educação.

A diretora da nova escola diz que uma das apostas passa pelas atividades extracurriculares.

“Estamos a preparar vários projetos educativos. As crianças vão ter aulas, mas queremos desenvolver outras atividades durante o dia. Estamos a falar de atividades como o desporto, arte e escultura” afirma Maria Rita Pitoni.

A construída por elementos da proteção civil, a nova escola vai acolher crianças entre os 3 e os 18 anos de idade e tentar devolver o sorriso a quem o perdeu.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte